Ministério Público dá pontapé inicial para revitalização do Conselho Municipal de Segurança e realiza reunião com representantes da sociedade civil e autoridades de Machadinho

MINISTÉRIO PÚBLICO DE MACHADINHO DO OESTE REALIZA REUNIÃO COM DIVERSAS AUTORIDADES DO MUNICÍPIO E REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVIL VISANDO A COOPERAÇÃO E PARCERIA NO IMPLEMENTO DE AÇÕES E PROGRAMAS OBJETIVANDO FORTALECER A SEGURANÇA PÚBLICA NO MUNICÍPIO.

No dia 21 de janeiro de 2019, o Ministério Público do Estado de Rondônia, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Machadinho D’Oeste, representada pela Promotora de Justiça, Marlúcia Chianca de Morais, realizou reunião com a presença do Vice Prefeito, da Presidente da Câmara dos Vereadores e outros Vereadores, dos Comandantes da Polícia Militar e Ambiental, dos Delegados da Polícia Civil, Comandante das Polícias Militar e Ambiental e outras autoridades, além de representantes da sociedade civil, tendo como objetivo implementar ações, políticas ou programas que fortaleçam o sistema de segurança pública em Machadinho D’Oeste. 

Como temas centrais da reunião, a Promotora apresentou proposta de revitalização do Conselho Municipal de Segurança e, também, alguns modelos de ações integradas, procedimentos, programas, todos envolvendo a parceria entre órgãos públicos e a sociedade civil, visando reduzir os índices de crimes ocorridos no Município. 

No que diz respeito à revitalização do Conselho Municipal de Segurança, a sugestão foi acatada pelos presentes, tendo sido realizada apresentação de nomes, ficando o mesmo composto por representantes da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Polícia Ambiental, da Prefeitura, da Câmara de Vereadores, do Ministério Público, da OAB, da Defensoria Pública, da Rede Bancária e do comércio em geral. 

Ademais, a Promotora apresentou medidas, que foram adotadas em outros municípios e Estados e tiveram êxito em inibir a criminalidade, quais sejam, implantação de procedimentos como a criação de uma rede protetora de vizinhos, meios alternativos de alarmes, estabelecimento de uma parceria público privada para instalação de câmeras de segurança em toda a zona urbana e custeamento de despesas com policiamento na zona rural. 

Ficou acordado que após deliberação e verificação da viabilidade, a Comissão de Segurança, multissetorial, decidirá, em 10 dias (dias), bem como implementará, as medidas consideradas mais adequadas à realidade local, visando fortalecer todo o sistema de segurança com apoio e acompanhamento da Sociedade civil.

Foto Ascom

FOTO ASCOM/MP

 

FONTE: ASCOM/MP