Cerimônia de passagem de comando do 2º subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Machadinho do Oeste

Na manhã desta terça feira, dia 16 de junho de 2020, às 09:00 hs se fez realizar a passagem de comando do CBM da cidade de Machadinho D’Oeste/RO.

O ato solene recebeu a presença do Comandante Geral CEL BM Demargli da Costa Farias e do cmt do 5ºGBM, CAP BM Odoni Savegnago Lopes. Participaram como comandantes substituído, 1º TEN BM Hélio Almeida Santana, e cmt substituto, 2º TEN BM Márcio Rogério de Lima Paiva.

Nas palavras do 1º TEM BM Hélio: “agradeço ao Comandante Geral pelo tempo que estive à frente da unidade, agradeço aos militares que estiveram sob meu comando pelo empenho e dedicação mostrados neste período e agradeço ao povo de Machadinho do Oeste com o qual tive a felicidade de conhecer e dispor de grande fortuna pelo tempo que aqui estive à frente do bombeiro”

Em seguida o CAP BM Odoni Savegnago Lopes fez leitura de elogio ao 1º TEN BM Hélio mencionando seu conhecimento bombeiro militar, o tempo de dedicação a caserna e seu compromisso com a disciplina e o bom trabalho desenvolvido na unidade. Desejou-o sucesso e felicidades em sua nova missão.

Por fim, o CEL BM Demargli da Costa Farias, encerrou o ato solene agradecendo ao 1º TEN BM Hélio pelo tempo que esteve a frente da unidade de machadinho observando seu compromisso e comprometimento, sua dedicação nas resoluções de gestões e agradecendo o tempo de coturno já efetivados em prol da atividade bombeiro militar. Desejou-o sucesso e conquistas em sua nova missão.

Também desejou sorte e firmeza nas ações ao novo comandante, salientando as qualidades e faculdades de um comandante e que estará à disposição para os anseios do 2º Subgrupamento Bombeiro Militar de Machadinho: seja na orientação, seja no amparo ou seja na propensão a nova gestão. Desejou-o sucesso, sabedoria e resiliência na missão de comando. Despediu-se salientando a dedicação e empenho dos militares da unidade CBM.  

FONTE: ASSESSORIA CBM

 

Comentarios

Todos os comentários são de responsabilidade dos seus idealizadores.